Você está aqui: Home » Cloud Backup » Links Patrocinados x Marketing de Conteúdo

Links Patrocinados x Marketing de Conteúdo

28 Flares Twitter 1 Facebook 10 Google+ 2 LinkedIn 15 Email -- Filament.io 28 Flares ×
Links Patrocinados x Marketing de Conteúdo, quem ganha nessa? A Revista Wide nos procurou para responder a esta pergunta. Foi maravilhoso compartilhar nossa opinião devido ao nosso expertise no assunto. Confira a resposta do mestre Luis Schedel:

Até meados do ano passado nossa estratégia de vendas de soluções em Cloud Computing na Websolute estava quase totalmente apoiada nos links patrocinados. Durante meses seguidos começamos a observar uma forte queda no desempenho de vendas provenientes do digital e aumento proporcional do custo de aquisição de clientes. Promovemos um trabalho interno de análise e entendemos que esse cenário havia evoluído dessa forma devido à competitividade muito acirrada, puxando o aumento no preço das palavras-chave. A mudança resultante da análise foi começar a apoiar nossas estratégias na geração de conteúdo técnico, informativos periódicos (igualmente técnicos) e sessões de treinamento online, como novas formas de geração de leads.
Após um período de adaptação e maturação passamos a perceber em algumas campanhas um aumento de até 50% na geração de leads e 30% nas conversões em comparação com os links patrocinados. Entretanto, a simplicidade desse relato pode levar à conclusão de que a mudança foi simples. Mas, definitivamente, não foi o caso. Para conseguirmos reverter o quadro de vendas, tivemos que promover uma grande mudança cultural dentro da empresa, testar e implantar vários modelos e ferramentas de automação e ainda transformar alguns dos nossos colaboradores em verdadeiros escritores técnicos, com metas e objetivos de avaliação relacionados a esse assunto. Também foi fundamental o apoio dos parceiros tecnológicos, atuando não só na geração de conteúdo, mas também o fazendo na frequência necessária ao negócio. Hoje, vejo que conseguimos nos adaptar às novas tendências, mudar a cultura da empresa, vencer as barreiras e finalmente implantar e aderir ao modelo “Marketing/Sales 2.0”, cujo principal pilar, na minha modesta opinião, é a geração de conteúdo.

Luis Schedel,
CTO da Websolute

Veja a matéria completa da Revista Wide aqui. Há diversas opiniões que com certeza irão te guiar a escolher e entender o mercado atual. Se você já tem sua opinião, compartilhe conosco! 😉

Sobre Gabriela Fernandes

Graduada em Marketing, é responsável pelo Marketing Digital aqui na Websolute. Apaixonada por criação de conteúdo, curiosanata sobre o Jelastic e expert em estratégias digitais

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Voltar ao topo
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE